sábado, 19 de março de 2011

saudade...












Pai, tardei em perceber teus medos!


*

Etiquetas:

9 Comentários:

Blogger Ingrid disse...

só posso te deixar meu carinho querida..
beijo

20 de março de 2011 às 13:44  
Blogger Emoções disse...

O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios.

21 de março de 2011 às 00:09  
Blogger manuela baptista disse...

tardamos

mas percebemos

um beijo

manuela

21 de março de 2011 às 18:17  
Blogger Daniel Hiver disse...

e eu que mal conheci meu pai!

21 de março de 2011 às 18:19  
Blogger dade amorim disse...

É quando se ama um pai do modo mais intenso e verdadeiro.
Beijos.

21 de março de 2011 às 23:58  
Anonymous Joaquim disse...

tropeço de ternura...

22 de março de 2011 às 18:27  
Blogger Mel de Carvalho disse...

Na verdade, estimada Ivone, um lugar de nós fica desabitado
e do outro
...
mora a saudade.

Um enorme abraço,
Mel

24 de março de 2011 às 15:47  
Blogger Maria João disse...

Grande parte das vezes assim é, Maria Ivone. Só o tempo amadurece o que o verde olhar não alcança. Um dia, a compreensão acaba por chegar e com ela uma terna e eterna gratidão a dar ainda maior dimensão à saudade.

Um grande beijinho
( ando às voltas com o tempo... )

24 de março de 2011 às 19:13  
Blogger Lilá(s) disse...

Vale mais tarde, que nunca...
Bjs

30 de março de 2011 às 22:58  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial