quarta-feira, 24 de março de 2010

para ti amigo

A ave lilás
de asas azuis
que em ti existe
respira sossego
como se à noite
só fosse possível
estar acordado
de olhos abertos
medindo distâncias
em anos de luz
tornando pequeno
o espaço e o tempo

que separa o querer

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial