terça-feira, 20 de abril de 2010

as manhãs do poeta


...............................................José Boldt/2005
O poeta de manhã
Olha o mundo devagar
Cai na poça
E dá um passo
Com salpicos ao redor
Pensando com seus botões
Que podia ser pior

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Fouad Talal disse...

e as manhas da poesia...

; )

21 de abril de 2010 às 03:47  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial