segunda-feira, 19 de julho de 2010

tempo

do google








Queria estar acordada
Hoje de véspera e no dia
Em que as manhãs e as tardes
Se juntam formando o tempo
Tempo que passa ficando
Parado porque vivido
Como se todo o momento
Entre as manhãs e as tardes
Pudesse ser agarrado
E num instante contido

Etiquetas:

9 Comentários:

Blogger AC disse...

O canto da vontade de viver. Lindo!

19 de julho de 2010 às 23:49  
Blogger Andrea de Godoy Neto disse...

o tempo vivido, contido nas inconstâncias dos dias...

lindo poema!

beijos, minha querida!

20 de julho de 2010 às 01:07  
Blogger dade amorim disse...

Um sonho bem humano, um desejo de vida sem limite, esse poema tão bonito que fala de esperança.

Beijos.

20 de julho de 2010 às 15:45  
Blogger Juan Moravagine Carneiro disse...

Abraçar o tempo das experiências e não o tempo cartesiano...é tão tentador...

Você trabalhou um tema tõa complexa de forma tão poética

abraço

22 de julho de 2010 às 22:09  
Blogger nydia bonetti disse...

parado porque vivido - que imagem bonita. serenidade me passa o teu poema... beijos!

23 de julho de 2010 às 18:01  
Blogger Lilá(s) disse...

Eu queria estar acordada, para aproveitar todos os segundos das férias...
por aqi esta fresquinho, cuidado com o calor...
Bjs

27 de julho de 2010 às 11:24  
Blogger Renata de Aragão Lopes disse...

Que ritmo bom
teve a contagem
do seu tempo!

Adorei!

Beijo,
Doce de Lira

27 de julho de 2010 às 19:43  
Blogger Lucão disse...

Que encantador.
Uma delícia de ler, linda forma de falar do tempo.
:)

30 de julho de 2010 às 14:05  
Anonymous Lupuscanissgiantus disse...

dar corda

à

vida


*beijo*

31 de julho de 2010 às 23:31  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial