terça-feira, 24 de agosto de 2010

dia de feira

Pieter Bruegel








É dia de feira

Crepita a fartura no tacho
Fogacho de frigideira
Algodão doce
Gaspacho
Cheiros avulsos
Sabores diversos
Quentes e frios
A vários preços
Leves impulsos
Ritmos escaldantes
Vertigens sincopadas
Carrosséis estonteantes
Provas de vinho
Garfadas
Sorteios
Roleta russa
Festejos de ocasião
Foguetes ganhando altura
Canas espalhadas no chão
Gritos
Pregões
Cantorias
Sons dispersos
Gargalhadas
Se hoje é dia de feira
A alegria é costumeira
E a noite será de farra

Etiquetas:

14 Comentários:

Blogger AC disse...

A ideia de feira bem expressa na vertigem deliciosa das palavras...
Hoje é dia de festa, amanhã logo se vê.

beijo :)

24 de agosto de 2010 às 15:57  
Blogger Batom e poesias disse...

Maria Ivone
É como estar ao vivo nesta feira!
Você "pintou" uma cena viva, com sabores, sons, cheiros e emoção.

Que lindeza de poema.
Bjs, amiga!

Rossana

24 de agosto de 2010 às 18:56  
Blogger Lilá(s) disse...

Gosto de feiras mas das verdadeiras, genuinas, a maioria agora são muito adulteradas...boa sugestão para a "nossa aldeia" uma feira!!!
Bjs

24 de agosto de 2010 às 23:27  
Blogger Tiago Moralles disse...

Tartarugas marinhas, pintinhos coloridos e arminhas de suquinho.
É isso que eu lembro das feiras.

25 de agosto de 2010 às 17:41  
Blogger Lídia Borges disse...

Estonteante como noite fogosa em círculos tontos na feira.

L.B.

25 de agosto de 2010 às 23:04  
Blogger AC disse...

O comentário que deixou em O BILHETE deixou-me deveras sensibilizado, e deu para ver até que ponto este tema a toca!
Já espreitei os desenhos de sua mãe, são uma verdadeira ternura...
Ah, e que dizer de si, Maria Ivone, da sua sensibilidade...?!

Beijo :)

26 de agosto de 2010 às 17:02  
Anonymous Simplesmente Outono disse...

Tua presença é engrandecedora em minha estação.
Saudade do teu carinho em letras.

27 de agosto de 2010 às 07:04  
Blogger J Araújo disse...

Oi Maria, vim dar uma olhada no seu blog e confesso que gostei.

Bj

28 de agosto de 2010 às 16:50  
Blogger dade amorim disse...

Uma festa, uma alegria, Maria Ivone.
Beijo e obrigada por seu carinho.

29 de agosto de 2010 às 03:57  
Blogger Juan Moravagine Carneiro disse...

Belo mosaico em cores...

abraço e agradecido pelas visitas

29 de agosto de 2010 às 13:55  
Blogger Maria João disse...

Maria Ivone

Venho ao seu encontro, e aqui encontro a festa da feira, ao ritmo colorido das palavras certas.
Será um prazer continuar a segui-la para ler o que escreve.


Obrigado pela gentileza da sua visita e das palavras que me ofereceu.

29 de agosto de 2010 às 19:49  
Blogger Andrea de Godoy Neto disse...

O vertiginoso fluxo em dia de feira...tudo corre, esquenta, colore, cheira...tudo é vida, tão bem descrita nas tuas palavras.

Beijo, querida MariaIvone!

29 de agosto de 2010 às 21:57  
Blogger nydia bonetti disse...

Adoro as feiras, maria - é onde o povo está. beijo!

30 de agosto de 2010 às 00:34  
Blogger Renata de Aragão Lopes disse...

Que texto melódico!

Beijo,
Doce de Lira

30 de agosto de 2010 às 16:06  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial